ENCONTRO RURAL RO

01

01

TRAGÉDIA - Peão morre ao ser pisado por touro em rodeio no interior de Rondônia

TRAGÉDIA - Peão morre ao ser pisado por touro em rodeio no interior de Rondônia


Um peão morreu após ser pisoteado por um touro nesta sexta feira (23), durante um rodeio no Distrito de Terra Boa, município de Alvorada do Oeste RO. Ademir de Souza Santos, mais conhecido por Ademirzinho, tinha 26 anos e era morador de Alvorada.

O peão ainda chegou ser socorrido e encaminhado ao hospital municipal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu depois de receber atendimento. Segundo informações o acidente teria acontecido na primeira montaria da noite.
A notícia da morte de Ademir foi recebido com tristeza pela diretoria e peões da festa.
Segundo informou um funcionário de Pax Nacional, o velório de Ademir de Souza Santos, está acontecendo na Rua Independência, na Igreja Evangélica Cristo para o Brasil.
O sepultamento acontecerá às 16h deste sábado no cemitério municipal.

TRAGÉDIA - Peão morre ao ser pisado por touro em rodeio no interior de Rondônia


FONTE: Planetafolha

PREFEITO DE PORTO VELHO VISITA FRIGORÍFICO DE PEIXE E APOIA A PRODUÇÃO DE PESCADO

Prefeito visita frigorífico de peixe e apoia a produção de pescado

O prefeito de Porto Velho, dr Hildon Chaves visitou o frigorífico de peixe Progresso Pescado, localizado na zona leste da capital, na quarta-feira (14). 

Na empresa, o chefe do Poder Executivo foi recepcionado pela diretora da Cooperativa Agro Verde (Coopagroverde), Nara Regina, responsável pelo frigorífico, juntamente com o subsecretário da Semagric, Francisco Evaldo de Lima, o secretário estadual da Agricultura, Evandro Padovani, o presidente da Câmara de Vereadores, Maurício Carvalho e o diretor técnico do Sebrae, Samuel Silva de Almeida.

Durante a visita à empresa, todos puderam conferir de perto as obras de expansão do frigorífico de peixe, oportunidade em que foi assinado o termo de reforma e ampliação de dez tanques e suporte para o frigorífico que fica na Linha Progresso, Gleba 2, zona rural.
Nara Regina agradeceu o apoio que recebeu da prefeitura. “Quando pensei em desenvolver essa cooperativa, esbarrei na questão dos equipamentos, que era o mais caro e nós não tínhamos como comprar. Foi aí que a cooperativa recebeu tudo doado pela prefeitura”, revelou.
Para o secretário da Seagri Evando Padovani, “o trabalho em conjunto enriquece as relações e impulsiona o crescimento de todos”, comentou Padovani. Já o presidente da Câmara de vereadores, Maurício Carvalho, destacou a parceria entre município e o estado para “garantir aos produtores informações técnicas para que eles possam trabalhar de forma segura na produção do pescado na capital”, disse Maurício.
O objetivo principal da Semagric é criar alternativas sustentáveis e rentáveis para os pescadores e produtores rurais que trabalham com a piscicultura. O programa serve para fomentar a aquicultura no município e o foco são produtores da agricultura familiar.
Segundo Evaldo de Lima, a agroindústria de processamento de pescado é uma “alternativa segura para movimentar a economia de Porto Velho. Com o beneficiamento in natura vamos poder agregar valor ao pescado vendido pelos produtores de peixe gerando emprego e renda e alimentação saudável aos alunos da rede pública de ensino, vez que o produto é oferecido na merenda escolar”, comentou Evaldo.
Dr Hildon e toda equipe conheceram todo o processo de produção da empresa, desde a recepção dos peixes até a embalagem e expedição. Atualmente o frigorífico fornece o pescado para mais de 200 escolas do município e estado. “O poder público precisa caminhar lado a lado para promover o desenvolvimento do estado, para que dessa forma, além de gerar riqueza para a região, gera emprego e respectivamente renda para a população. Neste sentido, a Prefeitura de Porto Velho trabalha do lado de quem tem a mesma disposição”, observou dr Hildon.
Fonte Semagric
1497632221unnamed8 1497632220unnamed5 1497632220unnamed4 1497632220unnamed2

OAB e Dnit vão recorrer de decisão que embargou obras da BR 319

OAB do Amazonas e Dnit vão recorrer da decisão judicial que embargou obras da BR-319

Resultado de imagem para Imagens recentes das obras na BR 319



As obras de manutenção e conservação em um trecho de mais de 400 quilômetros da BR-319, que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO), estão paradas desde o dia 09.
A Justiça Federal embargou as atividades na área atendendo pedido do Ministério Público Federal do Amazonas, que apontou problemas no processo de licenciamento ambiental.
O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB-AM), Marco Aurélio Choy, informou que vai recorrer da decisão até esta sexta-feira (16).
Segundo ele, o trabalho emergencial deve ser mantido para garantir o direito de ir e vir dos cidadãos.
Associação
“O cerne da questão diz respeito à licença de manutenção emergencial, que não se pode confundir com licença de recuperação da via. São coisas distintas. Entendemos que houve essa confusão pelo Ministério Público Federal. A rodovia não está sendo asfaltada. Havendo essa confusão, entendemos que a autorização para os reparos emergenciais devem prosseguir”, afirmou Choy.
A iniciativa da OAB Amazonas conta com o apoio da Associação Amigos e Defensores da BR-319. De acordo com o presidente da entidade, André Marcílio Carvalho, a decisão da Justiça foi embasada em um laudo do Ibama de 2015, quando a obra foi embargada pela primeira vez, e não corresponde à situação atual. Para Carvalho, a suspensão das atividades na rodovia, que está intrafegável, tem um grande impacto na vida dos moradores da região.
“As pessoas ficam isoladas das demais cidades. Tem duas comunidades que ficam no trânsito da BR-319 - Igapó-Açu e Realidade -, cujos moradores têm de percorrer mais ou menos 100 km para chegarem ao posto de saúde mais próximo. Com a BR embargada, com atoleiros, não tem como as pessoas se locomoverem e acessarem a educação, saúde e segurança. Em um momento de crise, a rodovia é importante para trazer novas economias e desafogar o setor rural, que não tem como escoar a produção”, afirmou André Carvalho.
Licenciamento
Conforme o procurador Rafael Rocha, os argumentos da OAB e da Associação devem ser respeitados, apesar de não considerarem o inteiro teor do processo. Segundo ele, a ação foi ajuizada porque havia ilegalidades em um Termo de Acordo de Compromisso firmado entre o Ibama e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) permitindo o andamento das obras.
“Existem basicamente duas ilegalidades: o fracionamento do licenciamento ambiental, porque não se pode ter um procedimento para licenciar a pavimentação, e outra para a alegada manutenção e conservação da rodovia. Isso contraria a legislação ambiental. A única forma possível é um licenciamento único. Outra ilegalidade é em relação a delegação de competência. O termo aditivo previa que o Ipaam (Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas) deveria licenciar essas atividades de manutenção e, como não concordou com essa delegação e não exerceu a competência, o Ibama deu continuação ao licenciamento”, destaco o procurador.
Show br 319 acrima20151005 0027 15  1
Dnit
Em nota, o Dnit informou que está recorrendo da decisão e que os contratos de manutenção e melhorias, inclusive nas pontes de madeira, no chamado trecho do meio (do km 250 ao km 655) estão paralisados aguardando nova definição judicial.
Segundo o Ibama, em razão da decisão judicial, suspendeu a licença de instalação emitida em maio do ano passado para os trabalhos da rodovia e o aditivo ao Termo de Acordo de Compromisso firmado com o Dnit.

O embargo das obras da BR-319 será tema de uma audiência pública na terça-feira (20) na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado. Foram convidados o juiz que embargou as atividades, Hiram Armênio Xavier Pereira, da 7 ª Vara Federal, e representantes do MPF, Ibama, Dnit, das Federações da indústria do Amazonas e de Rondônia e dos governos dos dois estados.

Fonte: O RONDONIENSE.


Presidente da ALE anuncia emenda para agricultura familiar

Os vereadores solicitaram apoio de Maurão junto ao Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos.


Em reunião com os vereadores de Cujubim, Jonas da Feira, Herlon dos Santos e Sérgio do Américo Ventura, todos do PSC, o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), acenou com a liberação de uma emenda para fortalecer a agricultura familiar no município, destinando recursos para a compra de mudas de inhame e outras ações voltadas ao homem do campo.
“A cultura do inhame se expande em Rondônia, e está se tornando uma importante fonte de renda para produtores de regiões, como o Vale do Guaporé. Para pequenas propriedades, é uma cultura com boa rentabilidade que estamos apoiando a sua expansão”, informou Maurão.
Os vereadores solicitaram apoio de Maurão junto ao Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), para que a cidade receba máquinas para uma operação de limpeza e patrolamento.
“Estamos intermediando junto ao DER a melhoria na infraestrutura urbana dos municípios, além de destinar emendas para a compra de massa asfáltica, que está sendo utilizada para obras de recuperação do pavimento urbano. Vamos trabalhar para assegurar essas melhorias para Cujubim”, afirmou Maurão.

Fonte:Jornal100limite


Campeonato Rural de Futebol retorna sábado em Cacoal

A rodada desse final de semana marca a reta final do campeonato.
Imagem relacionadaO Campeonato Rural de Futebol de Campo Taça Padre Ezequiel Ramin, realizada pela Prefeitura de Cacoal, através da AMEC - Autarquia Municipal de Esportes terá rodada neste fim de semana. O campeonato continua neste sábado a partir das 16 horas, com os jogos entre: Nova União da linha 10 x Corinthians da linha 13, no campo do Nova União e Bandeirantes da linha 07 x Brasilzinho da linha 10, no campo do Bandeirantes. As quatro equipes já estão classificadas para as semifinais e disputaram 1ª e 2ª colocados nos jogos de sábado. A artilharia da competição também esta acirrada entre os jogadores do Corinthians da linha 13, os jogadores Bruno de Oliveira Fernandes e Marcos Vitorino de Oliveira estão empatados com 12 gols cada, ao lado esta Felipe Fornazier (Felipinho) do Palmeirinhas também com 12 gols. Os organizadores estão muito animados com a volta da competição e com a reta final e desde já convidam toda população para continuar a prestigiar o evento.
Fonte:.O RONDONIENSE.